Mitos sobre a doação de sangue – conheça quatro (parte 2)

Descubra mais quatro mitos sobre a doação de sangue.

Mitos sobre a doação de sangue – conheça quatro (parte 2)

Um dos fatores que mais afasta doadores de hemocentro é o medo de doar causado pelos mitos sobre a doação de sangue. Já tratamos sobre alguns deles (AQUI), mas a lista ainda é bastante extensa. Normalmente, as histórias que se espalham dizem respeito aos parâmetros de segurança utilizados pelos hemocentros e centros de coleta, mesmo que haja um grande esforço por trás dos processos de segurança transfusional. Mas existem dezenas de outras lendas urbanas por trás da doação. Você já deve ter ouvido, por exemplo, que doar sangue engrossa ou afina o sangue, não é? Pois este é um dos mitos sobre os quais vamos tratar aqui.

 

Mitos sobre a doação de sangue

1. Posso ficar com pouco sangue para meu corpo funcionar direito.

Pra começar, a quantidade de sangue retirada é muito pequena. Em 15 minutos de doação, são coletadas entre 400 e 450 ml de sangue, dos aproximadamente 6 ou 7 litros que temos. O sangue retirado começa a ser “reposto” nas primeiras 24 horas após a doação.

 

2. Cada bolsa de sangue doado serve para apenas uma pessoa.

Na verdade, a cada doação você benefícia até quatro pessoas. Isso acontece porque o sangue doado é dividido em vários componentes, e cada paciente recebe exatemente aquele de que precisa. Então, se você dar três vezes no ano, estará ajudando até 12 pessoas.

 

3. Diabéticos não podem doar.

Depende. Se a doença estiver sob controle, com os indíces glicêmicos estáveis e o diabético estiver seguindo a risca uma rotina saudável de alimentação e prática de esportes, pode doar sem medo. Porém, se já recebeu alguma dose de insulina, fica permanentemente impedido. De qualquer forma, mesmo sem já ter recido doses do hormônio, é importante consultar um/uma profissional de medicina.

 

4. Doar pode engrossar ou afinar o sangue.

Esse é um dos mitos sobre doação de sangue mais famosos que existem. As justificativas são de que ao doar você retira apenas a parte “líquida”, fazendo com que o sangue engrosse; e, também, que retira-se muita hemoglobina, a parte “grossa”, deixando seu sangue mais líquido. Nenhuma das duas informações é real. Além disso, como esclarecemos no item 1, apenas aproximadamente 1/8 do sangue é retirado do corpo, fazendo com que o impacto da doação em um adulto saudável seja muito pequeno.

 

Fonte: INFORMAÇÕES E MITOS SOBRE A DOAÇÃO DE SANGUE. Disponível em <http://www.saude.sp.gov.br>.

Comments

comments