Quem recebeu uma doação de órgãos pode doar sangue?

Quem recebeu uma doação de órgãos pode doar sangue

Quem recebeu uma doação de órgãos pode doar sangue?

Esta é uma das dúvidas mais frequentes enviadas pelos doadores cadastrados em nossa plataforma. E apesar de haver muito conteúdo na internet sobre doação e transfusão de sangue, os que tratam desse caso em específico são raros e, na maioria das vezes, vagos. Nesse post nós vamos falar um pouco sobre esse caso e sobre outros procedimentos cirúrgicos e sua relação com a doação de sangue. Mas, afinal, quem recebeu uma doação de órgãos pode doar sangue? Quem recebeu uma doação de órgãos pode doar sangue.

 

Cirurgias e doação de sangue

Respondendo a pergunta do título deste post, quem recebeu uma doação de órgãos NÃO pode mais doar sangue. E não importa o quão “forte” ou disposto (a) você se sinta. O mesmo vale para quem recebeu doação de medula. Isso se deve ao fato de que, por mais que você se recupere bem, seu corpo já não funcionará mais com a mesma capacidade de antes, e abrir mão de meio litro de sangue pode ser bastante arriscado. Quem recebeu uma doação de órgãos pode doar sangue.

No caso da doação de órgãos, a doação de sangue pode comprometer o funcionamento do novo órgão. Já no caso da medula a situação é um pouco mais óbvia: como ela está associada à produção de componentes do sangue, esses componentes podem ser produzidos em menor número a partir de então, inviabilizando a doação.

Mas estes não são os únicos casos de procedimentos cirúrgicos que impedem a doação de sangue. Para saber mais, dê uma olhada no infográfico abaixo. Lá você descobre quanto tempo deve ficar sem doar depois de cada tipo de cirurgia. Quem recebeu uma doação de órgãos pode doar sangue.

 

Quem recebeu uma doação de órgãos pode doar sangue

 

Para saber mais sobre doação ou transfusão de sangue, pergunte a um ttriagista ou acesse nosso blog. Você também pode enviar perguntas pela nossa página no Facebook.

 

Fonte: FUNDAÇÃO PRÓ SANGUE. Quem não pode doar? Disponível em: <http://www.prosangue.sp.gov.br>. Acesso em 05 de jul. 2018.

 

 

Comments

comments